Anavitória canta Nando Reis em novo álbum
02/12/2019 05:22 em Novidades

Redação Portal Sucesso*

Acaba de chegar às plataformas digitais o terceiro álbum da carreira do duo Anavitória, “N”, com a regravações de oito canções de sucesso de Nando Reis. Os três se conheceram por acaso no corredor de um avião, pouco tempo depois de as duas jovens terem gravado uma edição do programa “Versões”, do Canal Bis, dedicada à obra de Nando Reis. O compositor agradeceu a homenagem, elogiou as duas vozes e nasceu ali uma parceria. Pouco tempo depois, fizeram juntos uma turnê de dia dos namorados – um total de cinco shows em cinco cidades. Os ensaios serviram para que a intimidade fosse conquistada. E Nando se apaixonou definitivamente não apenas pelo trabalho de Anavitória, mas também pelas duas artistas. A recíproca já era verdadeira. Continuaram fazendo shows em dobradinha pelo interior do país, em que um abre a noite para o outro. 

Seguindo o desejo de fazer um álbum “de intérprete”, Anavitória e o empresário Felipe Simas chegaram à conclusão de que Nando Reis seria a mais natural entre todas as opções. O repertório seria selecionado pelo critério da afinidade absoluta. Chegaram ao seguinte repertório: “Pra Você Guardei o Amor”, “Relicário”, “As Coisas Tão Mais Lindas”, “Espatódea”, “Quem Vai Dizer Tchau?”, “All Star”, “Por Onde Andei” (todas de Nando sozinho) e “Dois Rios” (dele com os parceiros Lô Borges e Samuel Rosa).

A produção de “N” é de Tó Brandileone, com co-produção de Ana Caetano. Nando Reis só soube do álbum depois que ele ficou pronto. E reagiu: “Ouvir vocês cantando minhas músicas já tinha sido acontecimento responsável por trazer momentos de júbilo e felicidade. Vivi isso com vocês em todos os momentos em que estivemos juntos: nos ensaios, nas passagens de som, nos shows, naqueles cinco dias e em outras ocasiões, outros palcos. Agora, ouvir esse disco…. Um conjunto conciso, preciso e precioso de oito músicas, costuradas como uma colcha madrigal. Está tão lindo! Que arranjos, que interpretações, que vozes!”, afirmou.

Ele continua: “Sempre me achei um cara de sorte por ter conhecido duas grandes cantoras – as duas maiores da minha geração! –, Cássia Eller e Marisa Monte. E ouvi as duas transformar em maravilhas coisas que escrevi. E, agora, vem vocês, tão jovens e talentosas, verdadeiras e únicas. Puras sementes duras que brotaram a flor do futuro amor. Estou embevecido e muito, muito agradecido. . Andava jururu com as agruras desses tempos de ódio e estupidez, sem vontade até de compor. Agora fiquei animado para escrever, e só me vem à mente fazer música pra vocês”.

Ouça “N”, o novo álbum do duo Anavitória:

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!