Quarta-feira, 17 de maio de 2017 às 5:11 em Novidades
Roberto Cabrini grava história do fenômeno Celso Portiolli na fronteira

Edinho Corrêa*

O apresentador do SBT – Sistema Brasileiro de Televisão, Celso Portiolli esteve na tarde de quarta-feira (16/5) na Câmara Municipal de Vereadores de Ponta Porã e voltou a usar a tribuna após 24 anos, a última vez foi em 1993 quando foi eleito como mais votado pelo PDT.

“É um prazer estar aqui, nessa casa que me acolheu como vereador, foi um momento marcante na minha vida, e serviu para me mostrar que o meu caminho não era ser politico, é ser animador de televisão e radialista, é um prazer encontrar colegas daquela época que ainda estão aqui, por favor valorizem Ponta Porã, façam um bom trabalho porque esta cidade merece” mencionou Celso Portiolli na tribuna.

O jornalista Roberto Cabrini salientou “é uma honra estar aqui nesta parte do Brasil e poder contar a história desde fenômeno da televisão brasileira, Celso Portiolli que fez questão de vir aqui para contar uma parte importante da sua história”.

Portiolli esta na fronteira do Mato Grosso do Sul com Pedro Juan Caballero Paraguai gravando o programa Conexão Repórter apresentado pelo jornalista Roberto Cabrini que irá ao ar após o programa Silvio Santos no domingo.

Guinness

Celso Portiolli tirou foto, distribuiu simpatia e conversou com o jornalista Lile Corrêa lembrando do programa Show de Prêmios apresentado por ele na Rádio Fronteira e que entrou para o Guinness Book com a maior participação em um programa de rádio no Brasil.

“Cabrini esse aqui é o Lile, que colocou o meu programa no Guinness”, comentou Portiolli.

Cabrini perguntou à Lile Corrêa como era o apresentador antes de ir para televisão, Lile Corrêa salientou “era comunicativo, usava o rádio para ajudar as pessoas, aonde ia já demonstrava seu carisma”.

Repercussão

De acordo com o Midiamax, o apresentador do SBT Celso Portiolli está em Ponta Porã, junto ao jornalista Roberto Cabrini, realizando uma série de gravações para um programa especial sobre a sua vida. Segundo o vereador Otaviano Cardoso, ele esteve na tarde desta terça-feira (16) na Câmara Municipal de Ponta Porã, para relembrar uma época especial de seu passado. “Ele foi vereador aqui em 1992, trabalhou durante um ano e depois foi trabalhar com Silvio Santos. O Roberto Cabrini está fazendo um especial sobre a vida dele, e a mãe de Celso ainda mora em Ponta Porã”, explica ele.
 
Na Câmara, ele conversou com vários parlamentares e até subiu na tribuna que em outro momento frequentou. Além disso, o vereador diz que ele está visitando escolas onde estudou e vários locais da cidade. “Para nós é bacana tê-lo aqui pois mostra o lado positivo de Ponta Porã, que só sai na imprensa de forma negativa. Portiolli disse que amanhã fará mais gravações”, acrescenta Cardoso. Ainda segundo informações, o especial deve fazer parte do Conexão Repórter, programa apresentado por Cabrini.
 
Apesar de ter nascido em Maringá (PR), Celso Portiolli viveu anos em Ponta Porã, e já disse publicamente nutrir um carinho especial pela cidade. Aos 49 anos, ele começou a carreira no rádio em 1984.
 
Em Ponta Porã, tornou-se líder de audiência e diretor de uma rádio local. Sua popularidade era tamanha na cidade que em 1992, com apenas 24 anos, foi eleito vereador com uma das maiores votações do município. Em 1993, enviou uma fita para Silvio Santos, com sugestões de câmeras escondidas para o Topa Tudo por Dinheiro. Começou a trabalhar ao lado do “Homem do Baú”. Hoje, além de trabalhar com televisão, ele possui um canal YouTube com mais de 2,8 milhões de inscritos.
 
Fotos: Lile Corrêa
 
COMENTÁRIOS