Romantismo mirim: Chegou a hora do pop infantil sobre amor?
14/01/2019 06:52 em Novidades

Por Rodrigo Ortega, G1

Enzo ficou amigo de Ruanzinho no Instagram. A notificação seria irrelevante entre milhões de crianças e adolescentes conversando nas redes. Mas os dois estão entre os maiores ídolos atuais do sertanejo e do brega-funk. A amizade pode render uma parceria imbatível em 2019. 

Enzo Rabelo, 10 anos, é filho de Bruno, da dupla com Marrone, e supera o pai nas paradas sertanejas hoje. Ruanzinho, 15 anos,disputa com Bruninho, 11, o trono de reizinho do "batidão romântico" no Recife. Os ídolos da novíssima geração do pop brasileiro entram o ano em alta.

 

Em comum, estes pequenos cantores têm letras super-românticas. Com pose de "bons mocinhos", cantam sobre amores difíceis: casamento, relação à distância, despedidas, namoro entre classes sociais diferentes... 

O sexo não entra neste repertório. Alguns MCs mirins causaram polêmicas há alguns anos, especialmente no funk do Rio e de SP, com músicas de teor sexual. Não é o caso desses aqui. Eles passam longe dos palavrões. 

“Vamos trabalhar o Bruninho como um artista voltado às crianças, com eventos à tarde e um público com idades próximas à dele. Não queremos colocá-lo na noite”, disse o empresário Rodrigo Oliveira, dono da produtora GR6, que cuida da carreira do menino. 

O trabalho parece dar bons frutos - ao menos na parada semanal do YouTube Brasil: 

 

  • "Tijolinho por tijolinho", de Enzo Rabelo e Zé Felipe, é a atual 8ª música mais ouvida no país. Soma 140 milhões de cliques. 
  • "Sou favela", do MC Bruninho com Vitinho Ferrari, está em 21º, e acumula 220 milhões de views. 
  • Bruninho também emplacou "Beijinho gostoso", com MC Livinho, em 38º lugar, com 20 milhões de views. 
  • "Trama", de Ruanzinho com Dany Bala, está em 68º lugar, com 5 milhões de views.
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!