Estado confirma mais duas mortes por dengue, a 7ª em MS
02/03/2016 14:03 em Estado

Mato Grosso do Sul confirmou ontem mais duas mortes por dengue. Uma em Campo Grande e outra em Dourados. No total, são sete mortes no Estado este ano e a terceira ocorreu em Dourados.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, a terceira vítima na cidade é uma mulher de 44 anos, residente no Jardim Márcia. Ela era funcionária da Escola Clarice Rosa Bastos, no Jardim Maracanã.

A mulher morreu no dia 24 de fevereiro. Ela havia ficado internada no Hospital Cassems por dois dias, mas o quadro se agravou e foi encaminhada para a UTI, onde morreu. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, a paciente estaria se tratando de diabetes.

Na semana passada, a Secretaria de Estado de Saúde, havia divulgado a segunda morte em Dourados, um idoso de 77 anos, morador no bairro João Paulo II.

As três mortes por dengue em Dourados foram no mês de fevereiro. A primeira foi de uma idosa de 95 anos, no dia 3. Ela residia na Vila Industrial.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, Dourados, este ano, registrou 2.124 casos suspeitos de dengue e 895 confirmados. Casos de zika são 13, mas nenhum confirmado e de chikungunya são 12, também nenhum confirmado.

Outras mortes

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, outras quatro mortes ocorreram em Campo Grande. A última a ser confirmada foi ontem. Um jovem de 24 anos morreu no dia 24 de fevereiro no Hospital Universitário, da Capital com sintomas de dengue e meningite. O rapaz morava em Coxim.

Na quinta-feira passada foi confirmada a terceira morte por dengue em Campo Grande. A vítima, uma mulher de 33 anos, morreu no dia 17 de fevereiro no Hospital Regional, após ser atendida três vezes em uma unidade de saúde.

A paciente deu entrada no hospital no dia 10, com sintomas da doença. Porém, o quadro de saúde se agravou e no dia 14 ela foi transferida para o Centro de Tratamento e Terapia Intensiva, onde morreu três dias depois. Este ano mais duas mortes foram confirmadas na Capital. A primeira foi uma criança de oito anos, que morreu no dia 12 de janeiro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Almeida. Ela deu entrada com dengue clássica e depois sofreu uma parada cardíaca. No dia 16 foi uma adolescente de 16 anos, que morreu no Hospital Regional Rosa Pedrossian.

Boletim

O último boletim da Secretaria de Estado de Saúde registrou 26.829 casos suspeitos de dengue em Mato Grosso do Sul, um aumento de 22,33%.

Ainda segundo o boletim, entre os dias 12 e 20 de fevereiro, foram registradas 1.772 notificações, um acréscimo de 1,3% em relação às 1.748 notificações registradas entre os dias 7 e 13 de fevereiro.

COMENTÁRIOS